Social Icons

facebooktwitterrss feedemail

Pages

30 de maio de 2010

Top 10 Comédias Românticas

Na época das locadoras sempre foi um pouco embaraçoso para mim alugar filmes, eu era adolescente e nunca fui um fan de ação, suspense e thrillers policiais "coisas de macho" no geral. Normalmente eu pegava dois, um de zumbi (tem mortos-vivos...) ou um blockbuster que todos estavam comentando e uma comédia romântica.
Havia um lugar específico para as comédias românticas e não me lembro de ver muitos caras desacompanhados por ali, já me peguei disfarçando em outra seção esperando para ir escolher sozinho quando a locadora estava cheia, os caras que iam alugar pornô também faziam isso.
Depois o tempo foi passando, saindo mais e mais a cada ano e todo os sexos asstistindo, se bem que ainda não converso sobre filmes com os tiozinhos do bar, como é que eu vou falar da Meg Ryan com eles discutindo sobre o Corinthians?
A lista é mais pessoal do que baseada em atributos técnicos, coisa que nem entendo tão bem e alguns com mais ou menos comédia, romance e drama mas no final todos se encaixam no gênero.

10 - 10 Coisas Que Eu Odeio Em Você (10 Things I Hate About You, 1999)
 
É passado no colegial e focado na relação entre os adolescentes rebeldes interpretados pelo Heath Ledger e a Julia Stiles, o filme também tem o Joseph Gordon-Levitt (500 Days Of Summer, 2009) ele não envelhece! Foi depois desse filme que comecei a gostar de Save Ferris e passei um tempão ouvindo Letters To Cleo, mas isso fica entre nós.

9 - Virgem aos 40 Anos (The 40 Year Old Virgin, 2005)

Esse é um dos filmes mais engraçados que já assisti, sou fan do Steve Carell, para mim o The Office é o melhor seriado de comédia desde Seinfeld. Ele consegue ser ao mesmo tempo esquisito, estranho, anormal e sensível. O melhor é a relação dele, um nerd antigo (que tem a melhor coleção de action figures de todos os filmes) com os amigos do serviço que estão tentando ajudar-lo a fazer sexo. Entre os amigos estão o Paul Rudd (I Love You Man, 2009) e o Seth Rogen (Zack And Miri Make a Porno, 2008).

8 - Amor Em Jogo (Fever Pitch, 2005)
 
A Drew Barrymore tinha que estar na lista de qualquer jeito, outros filmes com ela: (Never Been Kissed, 1999), (50 First Dates, 2004), (The Wedding Singer, 1998). Esse filme é uma refilmagem (Fever Pitch, 1997 com o Colin Firth e futebol) baseada em um livro do Nick Hornby. O de 2005 mistura o relacionamento do casal com o campeonato do Boston Red Sox em 2004 e a rivalidade histórica com o New York Yankees. Talvez não fosse essa versão que devesse estar aqui mas tem a Drew Barrymore, o baseball e trilha com Tessie do Dropkick Murphys.

7 - Juno (2007)

Ah! É tão bonitinho...

6 - P.S. Eu Te Amo (P.S. I Love You, 2007)

Depois de ver Menina de Ouro (Million Dollar Baby, 2004) eu nunca imaginei a Hillary Swank em uma comédia romântica, que talvez esteja mais para romance ou drama, mas dou muitas risadas. Ela e o Gerard Butler combinam no filme juntando Nova York e a Irlanda como cenários de fundo. A trilha tem The Pogues com Fairytale of New York e Flogging Molly com If I Ever Leave This World Alive, duas músicas que gosto muito.

5 - Melhor É Impossível (As Good As It Gets, 1997) 

Ele tem TOC, é preconceituoso e egoísta mas não tem como não gostar do personagem interpretado pelo Jack Nicholson. Ele faz o papel de um escritor extremamente excêntrico que vive em Nova York e que se relaciona com a personagem da Helen Hunt apesar das barreiras de personalidades e disturbios psicológicos. O filme também tem o Cuba Gooding Jr. (Radio, 2003).

4 - Simplesmente Amor (Love Actually, 2003)
 
O Simplesmente Amor conta várias histórias de alguma forma entrelaçadas passadas em Londres pouco antes do natal. Gosto muito do senso de humor britânico, ácido e por vezes maldoso. O elenco é bem grande incluindo Emma Thompson, Colin Firth, Liam Neesson e inclusive o Rodrigo Santoro. É um dos melhores filmes para assistir na época de natal.

3 - O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain, 2001)

O Amélie Poulain é um conto de fadas contemporâneo cheio de personagens carismáticos e com a fotografia excelente. Paris é brilhante, colorida, parece ter saída da tela de um grande pintor. O ruim mesmo é voltar para a realidade depois de assistir o filme.
 
2 - O Diário de Bridget Jones e Bridget Jones No Limite Da Razão
(Bridget Jones's Diary, 2001 - Bridget Jones: The Edge Of Reason, 2004)

Eu comprei os dois livros... isso também fica entre nós. É tão engraçado ver ela tentando lidar com os vícios, crises existenciais e relacionamentos sempre cometendo gafes por todo lugar em que passa. O Hugh Grant e o Colin Firth também estão muito bem junto com a Renée Zellweger, rola a quimica entre os três.

1 - Alta Fidelidade (High Fidelity, 2000)

O Alta Fidelidade é um filme que assisti bem na hora que eu estava ampliando meus gostos musicais, ouvindo coisas novas. Um dos pontos principais para mim diferenciar um filme mediano de um bom são as trilhas sonoras e o Alta Fidelidade tem uma das melhores que conheço. O assunto paralelo do filme em si é a música e seus amantes. Também é baseado em um livro do Nick Hornby e destaque para o Jack Black cantando Let's Get It On do Marvin Gaye. 

 

.

.

.