Social Icons

facebooktwitterrss feedemail

Pages

3 de fevereiro de 2014

Ela (Her, 2013)


Faz tempo que não assisto um filme tão bom assim!
Esse é um daqueles que mesmo depois do fim te deixa no clima por um tempão pensando sobre a história com você se perguntando do porquê não fizeram mais meia hora de filme.

Mini-Sinopse: O filme é passado no futuro onde o personagem vivido pelo Joaquin Phoenix começa a se relacionar com o sistema operacional dos seus aparelhos eletrônicos. (Só uma observação aqui que continuará valendo para os próximos posts sobre filmes, não vou detalhar a sinopse porque acho que não é bem a idéia e podemos encontrar bem melhores em outros lugares)

Quando li a sinopse pensei no A Garota Ideal (Lars and the Real Girl, 2007) por causa da relação com algo que não seria outro ser humano mas no Her a inteligência artificial do sistema também interage com o personagem.

A história é brilhante, original e com tantas idéias sendo colocadas na tela que a minha mente não parou de imaginar situações em que essa tecnologia poderia se aplicar ou todas as possibilidades que poderiam ser criadas. Mais da metade das coisas que me agrada fazer dependo de um computador e claro que também me coloquei na posição personagem, eu pelo menos hoje, fisicamente passo mais tempo com meu computador do que com pessoas. Aí você imagina seu sistema interagindo junto e com a voz da Scarlett Johansson!

O filme é singelo e tocante com a fotografia linda, dirigido pelo mesmo diretor de Quero ser John Malkovich (Being John Malkovich, 1999).
Assiste! Se for ruim meu computador te paga uma cerveja.

Nota:10
Trailer:


2014

O blog desde o começo está meio vivo meio morto e eu nunca consegui organizar de uma maneira que ficasse totalmente adequada sobre os assuntos, ao meu humor, minhas idas e vindas... De tempos em tempos eu tento dar uma revitalizada nele coisa que dura pouco e divide-se em períodos, mas sou o tipo de cara tapado! Começou um ano novo (já passou um mês) e também vou tentar de novo aqui.

O tipo de imagem que quero ter é que ele renasça das cinzas como uma fênix flamejante com laranjas e vermelhos se espalhando em um céu aberto cheio de nuvens mas na realidade está mais para quando uma galinha sai correndo perdida.

Bom vamos ver o que rola...

 

.

.

.